Restauração e Conectividade

Restauração e Conectividade

Compras de Terrenos

O projeto inclui orçamento de compra de terras em certas áreas chave, seguindo uma estratégia de ilhas de habitat. O objetivo é comprar duas novas áreas e fechar algumas lacunas existentes na área central da Faia Brava.

Para criar zonas tampão à volta dos terrenos adquiridos, serão assinados acordos com proprietários de terra vizinhas para implementar ações de restauração de habitat, e numa escala maior, com associações de caçadores que gerem os direitos de caça em áreas circundantes.

Outras aquisições que vão para além do âmbito deste projeto seguirão diferentes abordagens. O objetivo é que, durante o projeto, a aquisição de terras usando outras fontes possa aumentar a quantidade de terras para conservação de vida selvagem.

 

Novo estatuto legal de proteção para o Baixo Vale do Côa

O projecto irá explorar a possibilidade de criar um novo estatuto de proteção para a área do Vale do Côa, com base no património arqueológico e capital natural da área.

Será elaborado um estudo de viabilidade de estatuto legal, incluindo aspectos ecológicos, sociais, económicos e administrativos, para uma área de pelo menos 35.000 hectares (e 10.000 hectares de área central) que protege o património arqueológico e natural da ZPE Vale do Côa e do Parque Arqueológico do Côa. O estudo de viabilidade será promovido por uma estrutura inovadora de gestão participativa e, se as conclusões forem positivas, será apresentada uma proposta oficial ao governo português.

Restauração de Prados

Serão identificados locais onde as medidas de restauração de prados podem proporcionar benefícios para as presas de lobos e aves de rapina. A heterogeneidade da paisagem será favorecida em áreas dominadas por arbustos e as áreas onde o banco de sementes tenha sido afetado devido a incêndios recorrentes. Esses locais restaurados também melhorarão a conectividade dentro da área do projeto.

  • Este campo é para efeitos de validação e deve ser mantido inalterado.